Rosa é de menina, disseram.

Rosa é de menina, disseram.

A carta de hoje é para você que nunca recebeu uma carta física minha, mas que desde que tive a oportunidade de te conhecer, pude começar a questionar muitas das minhas crenças.

Antes mesmo de ter filhos, antes mesmo de ter um desejo tão forte no meu coração em melhorar o universo a minha volta.

E é engraçado que, agora, inspirada em tantas coisas novas que estão se consolidando nessa quarentena, você me vem a mente e me fortalece a abraçar esse novo caminho sem medo de ser feliz.

Tem tanta coisa que parece mais do mesmo no universo. Tanta gente falando a mesma lingua, tanta gente repetindo as mesmas frases. Felizmente estou seguindo para a reaprendizagem, momentos que aquele “quem disse?” calado na minha alma agora tem voz. e grita. Quem disse?

Pior do que não encontrar razão para quem disse, é não encontrar a mudança no sistema e ver que com isso vão continuar dizendo. Desespero mode on. E foi você que me chamou a atenção para essas inconsistências desse sistema de pensamentos lineares tão cheios de razões e frutos. O novo pode ser bom. Mas o novo também pode continuar sendo ruim, mesmo que seja novo. Complexo? Nesse caso, nem deveria ser. É só um brinquedo. E nessa minha conversa contigo sou tomada pela avalanche de novos pensamentos que não consigo segurar na minha mente. Pelamor. To falando do q? Hoje, to falando do sistema rosa e azul. Nem sabia que era tão dificil ser neutro, até precisar comprar uma roupinha que não definisse o genero que eu não sabia qual seria, quando engravidei. Comprei amarelo, pq o rosa não é só rosa, ele é rosa com flores e princesas e poneis alados. E o azul é o azul de barcos e motos e aviões e trens e sei lá mais o que que eles definiram como “masculino”. Ainda bem que ainda existe preto e branco e fazer o que se vão me olhar de cara feia pq escolhi vestir meu filho sem caracterizar pela cor. Escolhas limitadas, eu sei, mas não mais limitadas do que azul e rosa.

Mas que conversa é essa mesmo? Passei aqui só para te agradecer por despertar em mim um sentimento de incomodo. E fiquei o dia todo pensando que os brinquedos são sempre super definidos e é dificil comprar uma casa de bonecas para meu filho (que ama) pq ninguem pensa, ou ninguem aceita, que meninos brincam de casinha. (nao vou nem comentar aqui que depois que crescem a gente reclama que eles nao gostam da propria casa). E entao, pensando sobre essa coisa tão simples do sistema, comprar brinquedos “neutros” é uma coisa muito dificil. E entenda aqui que castelos rosas com princesas montadas em cavalos alados não são um problema só para meninos, mas também para meninas que não precisam desse exagero de detalhes para definir cada vez mais como elas devem ser. E o “universo” força essas associações de uma forma tão imponente que parece que nunca teremos forças para lutar contra ele. Se uma questão tão pequena nos sufoca no conformismo, imagina o resto…. aquele resto que é uma parte muito mais significativa que a nossa segregação. E fora desse nosso universo delimitado estão as escolhas que não podemos fazer, pq sempre foi assim. Nem sei quanto conformismo herdamos culturalmente, socialmente, mas eu sei que não pode continuar assim. E antes de você, essa era uma voz que falava baixinho num diálogo comigo mesma onde a resposta sempre foi “tá louca, garota?” E descobri que estou! Mas faz todo sentido estar e por isso passei aqui, para registrar esse turbilhão de pensamentos que você foi capaz de ouvir e por isso, vou seguir em frente, louca mesmo, pq se não for assim, não poderemos mudar nem a nós mesmos, que dirá o mundo.

beijos

Carol

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Aniversários Importam!

Oie, hoje resolvi escrever uma carta pra vc. primeiro pq é o seu aniversário e segundo pq faz tempo que a gente não conversa. é engraçado olhar a vida e lembrar de um período que tínhamos um contato t

Metanóia

Oie, eu nem sei quantas filosofias de vida já trocamos, mas a carta de hoje é para você justamente pq vc sempre inspira meus pensamentos sobre a vida. E o pensamento de hoje é sobre esses muitos ciclo

Cala a boca você!

fico tão chateada quando vejo um adulto mandando uma criança calar a boca, sabia?! fico tentando colocar um adulto no lugar daquela criança e pensar se o comportamento seria o mesmo se a situação foss